Menu
Boletim informativo bimestral do Sindicato
das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais
Filantrópicos do Estado de São Paulo.

EDIÇÃO 19 – JANEIRO/FEVEREIRO DE 2020

Boletim informativo bimestral do Sindicato
das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais
Filantrópicos do Estado de São Paulo.

EDIÇÃO 19 – JANEIRO/FEVEREIRO DE 2020

Tecnologia e planejamento contribuem para gestão hospitalar

Possibilitar o bem-estar dos pacientes deve ser o principal objetivo de qualquer instituição de saúde. Porém, para que isso ocorra, devem ser levados em conta uma infraestrutura adequada, uma equipe de médicos e enfermeiros competentes e processos administrativos organizados.

Além disso, há também o uso da tecnologia a serviço da gestão em hospitais, que não apenas acompanha as tendências do momento, mas garante que os sistemas das intuições estejam integrados fazendo com que as melhorias gerenciais sejam perceptíveis por todos que frequentam ou trabalham no local.

Para o presidente do SINDHOSFIL/SP, Edison Ferreira da Silva, todos os hospitais devem investir em tecnologia e gestão, mas entende que este não é um processo que acontece do dia para a noite. “As intuições filantrópicas passam por muitas dificuldades diariamente, desde falta de verbas a equipe médica insuficiente. Para elas, é ainda mais difícil adotar métodos que contribuam para a gestão. Mas, ressalto que nada é impossível”, finalizou.

Entre as ações que melhoram a rentabilidade dos hospitais estão o treinamento de profissionais e a atenção aos indicadores de desempenho.

Tecnologia e planejamento contribuem para gestão hospitalar

Possibilitar o bem-estar dos pacientes deve ser o principal objetivo de qualquer instituição de saúde. Porém, para que isso ocorra, devem ser levados em conta uma infraestrutura adequada, uma equipe de médicos e enfermeiros competentes e processos administrativos organizados.

Além disso, há também o uso da tecnologia a serviço da gestão em hospitais, que não apenas acompanha as tendências do momento, mas garante que os sistemas das intuições estejam integrados fazendo com que as melhorias gerenciais sejam perceptíveis por todos que frequentam ou trabalham no local.

Para o presidente do SINDHOSFIL/SP, Edison Ferreira da Silva, todos os hospitais devem investir em tecnologia e gestão, mas entende que este não é um processo que acontece do dia para a noite. “As intuições filantrópicas passam por muitas dificuldades diariamente, desde falta de verbas a equipe médica insuficiente. Para elas, é ainda mais difícil adotar métodos que contribuam para a gestão. Mas, ressalto que nada é impossível”, finalizou.

Entre as ações que melhoram a rentabilidade dos hospitais estão o treinamento de profissionais e a atenção aos indicadores de desempenho.