All for Joomla The Word of Web Design

Santa Casa de Piracicaba abre 1º Simpósio de Cirurgia Segura

Todas as 120 vagas que a Santa Casa de Piracicaba disponibilizou para o 1º Simpósio de Cirurgia Segura que acontece durante todo o dia desta sexta-feira, 07, nas dependências do Hospital, foram preenchidas.

O evento, organizado pela CME/Central de Materiais Estéreis, Centro Cirúrgico e Centro de Cirurgia Plástica da Santa Casa, atraiu funcionários, coordenadores, professores e estudantes das áreas de enfermagem e medicina. Eles representam a própria Santa Casa, a Escola Técnica/ETEC, a UNIMEP, a Faculdade Anhanguera, o Senac Piracicaba e a Faculdade de Medicina Anhembi/Morumbi.

A enfermeira Gisele Vilarinho, coordenadora do evento ao lado das enfermeiras Eliane Silva, Letícia Stelfe e Valéria Assiz, justifica a grande procura em virtude do aumento do número de procedimentos cirúrgicos e da complexidade dos processos envolvidos nesta dinâmica. “O Simpósio é reflexo do compromisso da Santa Casa, que investe na melhora contínua da assistência cirúrgica e da segurança proporcionadas a seus pacientes”, afirma Gisele, lembrando que este é o perfil almejado por todos os serviços de saúde.

Ela revela que a Instituição realiza uma média de 800 cirurgias/mês, sendo 80% delas de média e alta complexidades. “Mas, para que o procedimento cirúrgico tenha início, há uma série de outros processos em curso e profissionais envolvidos, concedendo retaguarda e apoio multiprofissional às cirurgias”, disse.

“Os processos de trabalho com vistas à cirurgia segura são complexos, interdisciplinares e estabelecidos com forte dependência da atuação individual”, pontuou Gisele, citando as recomendações da Aliança Mundial para Segurança do Paciente, criada em 2004 pela Organização Mundial da Saúde – OMS como Segundo Desafio Global para a Segurança do Paciente.

Programação – O evento terá início com a apresentação do NUSP (Núcleo de Segurança do Paciente da Santa Casa de Piracicaba) pela enfermeira coordenadora Jaqueline Defavari Bonilha de Moraes, seguida de palestras sobre ‘Monitoramento dos processos de segurança da CME’, com a executiva de Vendas da 3M, Vanessa Camargo, e ‘Gerenciamento de processos e gestão financeira’, com as enfermeiras da CME Valéria Assiz e Gisele Vilarinho.

Após o almoço, análise do “Protocolo Hipotermia- riscos de hipotermia no pré, intra e pós-operatórios”, com a enfermeira coordenadora do Centro de Cirurgia Plástica da Santa Casa, Eliane Silva, e com médico anestesiologista João Marcelo Dantas do Amaral; e palestras sobre “Cirurgia Segura”, com a enfermeira coordenadora do Centro Cirúrgico da Santa Casa, Letícia Stelfe, e “Passos da cirurgia segura- seguindo o protocolo da Aliança Mundial de saúde”, com a enfermeira Helen Maria Fernandes.