All for Joomla The Word of Web Design

Acreditação hospitalar é novo desafio da Santa Casa de Mauá

Para diminuir custos e atingir a excelência nos serviços, os hospitais precisam de capacitação, processos automatizados e boas estratégias administrativas. Na área da saúde, o conjunto desses resultados é a Acreditação Hospitalar, que garante confiabilidade, atesta a eficiência das estratégias e melhoria contínua.

Com essa finalidade, a Santa Casa de Mauá já começou a se adaptar para a conquista da acreditação e um dos passos foi engajar os colaboradores por meio de uma palestra com a speaker Ana Cristina Gargalac – por meio do Instituto de Pós Graduação Professor Doutor Cléber Leite – durante a Semana da Enfermagem.

Durante o bate-papo, os participantes compreenderam a importância do selo, fornecido pela ONA – Organização Nacional de Acreditação e que para adquiri-lo é preciso o envolvimento de toda a equipe de colaboradores da instituição médica.

Segundo a palestrante, as instituições acreditadas possuem melhora nos quesitos de gestão, aumento na qualidade dos serviços, maior segurança dos profissionais e pacientes e a valorização da marca. “A Santa Casa de Mauá segue se estruturando para conquistar a acreditação em primeiro nível e já implantou as seis metas internacionais para segurança do paciente (identificação correta do paciente, comunicação efetiva, melhora da segurança dos medicamentos, cirurgia segura, redução do risco de infecções e de quedas), a fim de oferecer um ambiente cada vez mais seguro”, explica.

A acreditação precisa sempre estar de acordo com a legislação e envolve três níveis: o primeiro está ligado à segurança dos pacientes; o segundo está voltado para o planejamento e organização na gestão integrada e o terceiro engloba todos os procedimentos, a fim de que o hospital tenha excelência na gestão.

Para o superintendente Harry Walendy a acreditação hospitalar trará ainda mais qualidade à Santa Casa e será integrada à cultura da instituição. “Além de todas as melhorias proporcionadas pelo selo, acreditamos que teremos ainda mais promoção do trabalho em equipe, melhora do clima organizacional, monitoramento dos processos, resultados e desempenho institucional”, revela.

Ana Cristina Gargalac é formada em Administração de empresas, pós-graduada em Gestão Empresarial e MBA em Gestão em Saúde. Há 30 anos atua nas áreas de Qualidade e Segurança, Organização e Métodos e Processos, principalmente na saúde e na indústria.